Aprovado projeto que institui o PROERD como política pública em Canoas

A Câmara Municipal aprovou, na última quinta-feira (23), o projeto de lei dos vereadores Sargento Santana e Cezar Mossini, que autoriza a Prefeitura de Canoas a instituir o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) como política pública municipal. A ação ficaria vinculada à Secretaria Municipal de Educação, com a finalidade de promover nas escolas e na comunidade ações voltadas ao uso indevido de drogas, à promoção da cidadania e à disseminação da cultura da paz.

De acordo com a proposição, o programa seria executado pela Brigada Militar em parceria com o município, cabendo à SME a adequação das atividades nas escolas e os critérios de funcionamento, buscando o melhor desempenho e aprendizado dos alunos. Durante a votação, os autores defenderam a importância do programa, aplicado em Canoas desde 2001. “São mais de 3 mil crianças atendidas por ano no município por esse projeto da Brigada Militar”, salientou o vereador Sargento Santana. Mossini destacou a importância de abordar o tema nas escolas. “Tornar o programa uma política pública vem ao encontro da necessidade urgente de ajudar e orientar nossas crianças”, afirmou.

Desenvolvido pela Brigada Militar, o Proerd é realizado nas escolas e trabalha com noções de cidadania, prevenção ou redução do uso de drogas e da violência entre crianças e adolescentes. Os pais também recebem orientações em reuniões e palestras, representando um esforço cooperativo entre escolas, pais e Polícia Militar. No Rio Grande do Sul, ele é desenvolvido desde 1998. A ação é baseada no Programa Americano chamado D.A.R.E (Drug Abuse Resistance Education).

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *