Procuradoria Especial da Mulher da CMPA realiza Seminário sobre violência contra a mulher no dia 7/8

A cada ano, mais de um milhão de mulheres são vítimas de violência doméstica no Brasil pelos dados do IBGE. É um número alarmante e que, infelizmente, está em crescimento. Segundo pesquisa Data Senado, divulgada em junho deste ano, o número de mulheres que declaram ter sofrido algum tipo de violência doméstica aumentou de 18%, em 2015, para 29%, em 2017.
Para debater essa e outras questões, na próxima segunda-feira (7/8) será realizado o I Seminário de Valorização e Informação dos Direitos das Mulheres de Porto Alegre. O evento coincide com o aniversário de 11 anos da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006), criada para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher. O Seminário ocorrerá das 8h30min às 16 horas, no Plenário Ana Terra da Câmara Municipal de Porto Alegre (Av. Loureiro da Silva, 255, Centro).
“Violência contra mulher é crime, e é preciso que todas sejam esclarecidas quanto a seus direitos”, afirmou a vereadora Comandante Nádia (PMDB), procuradora especial da mulher da CMPA, que irá palestrar sobre os 11 anos da Lei Maria da Penha e sua trajetória. As demais palestrantes são a promotora de Justiça Ivana Battaglin, a delegada Tatiana Bastos, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), a ginecologista Sandra Scalco, coordenadora do Ambulatório de Sexologia do HPV, e Adriana Souza, coordenadora estadual da Diversidade Sexual.
O evento é uma realização da Coordenadoria da Mulher – Diretoria dos Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social – e Rede Mulher de Porto Alegre em parceria com a Procuradoria Especial da Mulher da Câmara Municipal. Conheça, a seguir, a programação detalhada:
8h30min – Credenciamento.
9h – Abertura oficial.
9h30min – Ivana Battaglin: “Igualdade de Gênero: um sonho em construção”.
10h20min – Comandante Nádia: “11 anos da Lei Maria da Penha e sua trajetória”.
11h – Tatiana Bastos: “Atendimento à Mulher em situação de Violência”.
11h40min – Espaço para perguntas.
12h30min – Intervalo para almoço.
14h – Sandra Scalco: “Saúde da Mulher”.
14h50min – Adriana Sousa: “Questão de Gênero e Diversidade nas Escolas”.
15h30min – Espaço para perguntas.
15h45min – Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (COMDIM).
16h – Encerramento.

Texto: Ana Cristina Rosa