Três Bilhões de Dólares de Propina

20 de Abril de 2017 – franquilin.pc@gmail.com
Veja mais Textos desse colunista

    Conforme divulgação de dados das investigações da Operação Lava Jato, envolvendo a Odebrecht, a empresa pagou, através de seu setor de operações estruturadas, em propinas e caixa dois a importância de três bilhões de dólares para políticos, governos e partidos no período de 2006 a 2014, para obter vantagens em diversos negócios envolvendo o poder público e a empresa.

    Em todas as eleições ocorridas neste período a Odebrecht investiu pesado em campanhas, tanto de forma legal, como ilegal, para que conseguisse ter o maior número de apoiadores em suas intenções de construir as inúmeras obras públicas, tanto no Brasil, como no Exterior, obtendo diversos financiamentos públicos para recuperar os investimentos.

    No período de 2006 a 2014, a Odebrecht teve um crescimento patrimonial de 565%, passando de 2,6 bilhões de dólares para 17,3 bilhões de dólares em patrimônio, numa evidente vantagem econômica da empresa, pois expandiu seus negócios no Brasil e em diversos países, sempre com apoio governamental.

   Nossos políticos são altamente vendáveis, pois quando todos os ex-presidentes vivos estão denunciados por corrupção no desenrolar da Operação Lava Jato, com ligação direta com os proprietários da Odebrecht, obtendo diversas vantagens envolvendo seus partidos e aliados, claramente temos a noção da queda da ética na política brasileira.

O presidente Temer só não foi denunciado por estar ocupando o cargo máximo do país, pois nesta situação tem a prerrogativa de ficar imune às denúncias por atos praticados fora de seu mandato presidencial, mas também tem seu nome citado nas delações dos presos na Operação Lava Jato.

   Três bilhões de dólares foram desviados e poderiam ter sido utilizados para tantas necessidades de nosso povo, construir hospitais, colocar esgoto em tantas cidades, pavimentar e duplicar rodovias e quem sabe erguer escolas nos nossos municípios.

    Porém o que tivemos foi o investimento em obras inúteis para as futuras gerações, como as dezenas de estádios e estruturas esportivas que não estão sendo usadas, algumas sendo entregues como mimos para governantes, agrados de milhões de reais para ganhar bilhões de dólares.

Imagens retiradas de: http://zh.clicrbs.com.br/…-ter-efeito-devastador-8709278.html;
http://www.netoferreira.com.br/tudo-sobre/operacao-lava-jato/

20 de Abril de 2017 – franquilin.pc@gmail.com
Veja mais Textos desse colunista

Listas Estão na Moda

13 de Abril de 2017 – franquilin.pc@gmail.com
Veja mais Textos desse colunista

  A cada semana aparecem novas listas com nomes de políticos corruptos no Brasil, numa onde de denúncias por envolvimento com propinas e doações ilegais para as campanhas eleitorais. Surpreende é que a corrupção está disseminada em todas as esferas do poder, numa grande corrente de envolvimento de políticos, empresários e investidores ilegais.

   Parece que investir nas campanhas eleitorais é um grande negócio, pois os eleitos, de posse do dinheiro público, retribuem o dinheiro privado que receberam com grande lucro para quem emprestou dinheiro para a divulgação do nome dos políticos à população.

   O sistema político brasileiro funciona na base do dinheiro, tem que investir pesado para conseguir ser eleito, se um candidato fizer campanha só com ideias e bons planos para a sociedade não conseguirá ser eleito.

Com as listas de Janot, Facchin e outras que aparecerão, descobrimos que os “campeões de votos” tiveram uma ajuda econômica importante, perpetuando-se nos cargos eletivos por décadas.

  Detalhe: a maioria sem apresentar nenhum projeto legislativo para melhorar a vida do povo, trabalhando em seus gabinetes de terças a quintas, permanecendo nos demais em suas bases eleitorais, participando de eventos para aparecerem e conseguir votos para se reelegerem.

   A proposta do voto em lista, em tramitação no Congresso Nacional, é uma das tentativas de manter nos cargos os denunciados por corrupção, pois as relações vão priorizar aqueles que já têm cargo eletivo, diminuindo ainda mais as chances de renovação de “nossos representantes”.

   Aconselho a todos ficarem atentos às manobras em andamento, pois se mudar a regra, teremos as listas de candidatos, mas se não mudar precisaremos prestar atenção nos nomes dos candidatos e dos patrocinadores de suas campanhas.

   Faça sua lista dos corruptos e corruptores para quando chegar a hora evite votar nos listados em casos de roubo ao patrimônio público.

Imagens retiradas de: http://schoolsnapshots.org/…tole-student-funds/;
http://www.bbc.com/portuguese/brasil-39588333

13 de Abril de 2017 – franquilin.pc@gmail.com
Veja mais Textos desse colunista

Mulheres Desrespeitadas

10 de Abril de 2017 – franquilin.pc@gmail.com
Veja mais Textos desse colunista

    Os vários acontecimentos envolvendo agressões, tanto físicas como psicológicas, contra mulheres por homens com destaque político ou artístico, demonstra o quanto estamos atrasados em nossa visão sobre a relação entre homens e mulheres em nosso país.

  Para que tivéssemos uma mudança de comportamentos agressivos dentro das casas, houve a necessidade de uma orientação internacional para que o Brasil adotasse uma legislação visando proteger as mulheres brasileiras.

   A lei recebeu o nome de uma mulher, Maria da Penha, a qual durante anos foi agredida por seu marido, resultando diversas sequelas, inclusive perda de movimentos na parte de baixo de seu corpo, com necessidade de locomover-se numa cadeira e rodas.

   A Lei Maria da Penha conseguiu dar voz para as mulheres agredidas por seus companheiros, diminuindo a impunidade dos agressores, resultando em condenações, prisões e medidas protetivas.

  Mas nada disso tem impedido de surgirem fatos de agressões contra mulheres, inclusive com repercussão na mídia, como a agressão do cantor Victor contra sua esposa, grávida, numa discussão envolvendo seus familiares.

    Deste fato resultou no afastamento da participação do artista, como jurado e treinador, no programa The Voice Kids, além de arranhar a imagem junto aos fãs e público, com condenação à atitude do cantor.

    Outro fato de violência doméstica envolveu o senador Lasier Martins, que agrediu sua esposa, sendo condenado a afastar-se dela, numa medida protetiva, numa demonstração de que a legislação é eficiente e pode ser aplicada contra qualquer agressor.

O ator José Mayer também teve que dar explicações sobre suas atitudes de assédio contra uma funcionária da Rede Globo, inclusive com divulgação de que teria tocado em suas partes íntimas nos corredores da empresa, numa demonstração de total desrespeito à figura feminina.

   Infelizmente estes acontecimentos continuarão a ocorrer no Brasil, mesmo que tenhamos mulheres denunciando, baseadas numa legislação eficiente, falta mudar a cultura machista, a qual entende que os homens podem usar as mulheres como objetos.

Imagens retiradas de: http://www.sintratel.org.br…-altos-indices-de-violencia-contra-a-mulher;
http://www.webdiario.com.br…agressao-a-mulher-cresce-em-dia-de-jogo 

10 de Abril de 2017 – franquilin.pc@gmail.com
Veja mais Textos desse colunista