Deputado Bombeiro Bianchini apresenta emenda ao PLC 147/2017

Foi protocolado na tarde da última quarta-feira (09), a proposta do parlamentar estabelecendo o interstício de 3 (três) anos na graduação de primeiro-Sargento para o Curso Básico de Administração – CBA e de 3 (três) anos na graduação de segundo-Sargento para promoção à graduação de Primeiro-Sargento. Pela proposta do Poder Executivo o interstício passaria a ser de 6 (seis) anos para ambos os casos.
Segundo o deputado, a proposta do governo é injusta e prejudica ainda mais carreira dos militares estaduais, considerando os prejuízos que já tiveram no plano de carreira de 1997. Um soldado leva em média 20 anos para atingir a primeira promoção, o PLC 147 termina com a progressão na carreira da maioria dos praças da Brigada Militar e Corpo de Bombeiros. “A proposta do governo não pode ser aprovada, nada deveria ser mudado numa carreira tão esmagada e desvalorizada, só apresentei a emenda para tentar amenizar uma proposta danosa”, defendeu o deputado.

Bianchini protesta contra parcelamento salarial

Na Sessão Plenária da última terça-feira (01), o deputado Bombeiro Bianchini usou a tribuna para cobrar do Governador do Estado alternativas ao pagamento salarial do funcionalismo público estadual.

 Conforme relatos de funcionários públicos da área da segurança pública ao parlamentar, eles estão indignados com o parcelamento do salário do mês de julho, pois receberam apenas 650 reais. “Isso é constrangedor para todo funcionário público! Com que motivação um policial vai arriscar sua própria vida, preocupado com suas contas pessoais que não serão pagas ao final do mês? O artigo 35 da Constituição Estadual do RS, determina que o pagamento da remuneração mensal dos servidores públicos do Estado será realizado até o último dia útil do mês do trabalho prestado”, disse Bianchini.

O parlamentar afirmou entender a grave crise financeira que o Estado enfrenta, também culpou os deputados que reprovaram no final do ano passado a proposta do governo do repasse real do duodécimo à Assembleia Legislativa, ao Tribunal de Contas, ao Poder Judiciário, ao Ministério Público e a Defensoria Pública. “Estes poderes estão folgados financeiramente, pagam em dia seus servidores públicos e concederam aumentos anuais, bem diferente do Poder Executivo. Se tivesse sido aprovada a proposta do duodécimo, o governo teria um incremento na receita de mais de 600 milhões de reais no ano, mais de 50 milhões de reais por mês e isto ajudaria no enfrentamento das despesas decorrentes”, explicou.

Em sua fala, Bianchini sugeriu ao Governador que reavalie a forma de pagamento do quadro funcional. “Então, que parcele ou que atrase o salário de quem ganha altos salários do Estado, porque esses têm como enfrentar as contas no final do mês; que enxugue o que puder a máquina inchada do Estado; que seja austero em cada centavo arrecadado de impostos para poder honrar com os compromissos constitucionais”, finalizou.

Bianchini discute projetos de sua autoria com o Comandante Geral da Brigada Militar

Deputado Bombeiro Bianchini reunido com o Comandante Geral da Brigada Militar, Coronel Andreis Silvio Dal’Lago

Nesta quarta-feira (19), o deputado Bombeiro Bianchini esteve reunido com o Comandante Geral da Brigada Militar, Coronel Andreis Silvio Dal’Lago, para discutir algumas de suas propostas em relação à Instituição.

Em relação ao PL 136/07, que altera a idade limite para ingresso na Brigada Militar e Corpo de Bombeiros, de 25 para 30 anos como soldado e de 29 para 35 anos como oficial, o Comandante Geral manifestou-se desfavorável.

Em relação aos PL 127/07, que disciplina a comercialização de vestuários próprios da Brigada Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, PL 142/07, que aumenta o tempo das renovações nas concessões de abono de incentivo à permanência no serviço ativo das praças, PLC 215/16, que estende a concessões de abono de incentivo à permanência no serviço ativo aos 1ª tenentes e PL 086/16, que altera as regras de contagem do tempo de serviço dos oficiais oriundos da carreira militar de nível médio. Nestas propostas o Comandante Geral manifestou-se favorável e destacou a importância de algumas delas.

Deputado Bombeiro Bianchini visita, também este ano, o abc/Correio Brigadiano

 

Está previsto para às 10hs, deste dia 12 de julho de 2017, a visita do Deputado Estadual Bombeiro Bianchini, Tenente Bombeiro da da Brigada Militar. Ele esteve em visita ao jornal, na manhã de 16 de agosto de 2016.  Fez-se acompanhar de seu grupo de assessores, jornalistas e colegas brigadianos. Naquele momento, o jornal não pode dispensar toda a consideração que as autoridades pública que prestigiem órgãos de comunicação segmentada.

Relembramos aquela data e, reafirmamos nosso compromisso de prestigiamento, às pessoas investidas em funções altas do executivo legislativo ou judiciário,que avançam representando as categorias de brigadianos, policiais e bombeiros. Seja bem vindo deputado.

Que possamos, desta vez, melhor corresponder às expectativas de sua confiança.

à direção abc/JCB

VISITE o
Blog do Bombeiro Bianchini

http://miguelbianchini.blogspot.com.br/

 bombeiro.bianchini@al.rs.gov.br
(51) 32102310

Dia Nacional do Bombeiro em São Gabriel

Foto: João Carlos de Moura

Por Carlos Cassol,  Darlan Castilho e João Carlos de Moura,
assessores parlamentares

Em São Gabriel, a assessoria do deputado Bombeiro Bianchini acompanhou na tarde de ontem (06), a Solenidade alusiva ao Dia Nacional do Bombeiro. Ocasião em que os Bombeiros também puderam comemorar as leis aprovadas na manhã de ontem na Assembleia Legislativa, de fixação do efetivo e reorganização do Quadro Pessoal, Leis que Bianchini batalhou desde o início do mandato para serem aprovadas.

Parabenizamos o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul pela independência e por sua trajetória de proteção ao povo gaúcho.

Publicação de 07 julho
transcrita do Blog

VISITE o
Blog do Bombeiro Bianchini

http://miguelbianchini.blogspot.com.br/

 bombeiro.bianchini@al.rs.gov.br
(51) 32102310

Assembleia aprova projetos de lei de efetivação do Corpo de Bombeiros do RS

Foi aprovado na manhã desta quinta-feira (06), o projeto de lei complementar, PLC 278/2016, que dispõe sobre o período e regras de transição com vista à estruturação do Corpo de Bombeiros Militar do RS, e altera a Lei nº 4.914, de 31 de dezembro de 1964, que reorganiza os Quadros de Pessoal do Estado, estabelece novo sistema de classificação de cargos; e o PLC 279/2016, que fixa o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul.
O deputado Bombeiro Bianchini (PPL), utilizou a tribuna para relatar a história da luta de emancipação dos Bombeiros da Brigada Militar. Bianchini, também agradeceu o empenho de todos os deputados para a realização do sonho dos Bombeiros e parabenizou o Comandante Geral dos Bombeiros, Cel Krukoski, a Associação de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul (ABERGS), os oficiais e praças, desejando-lhes muito sucesso e êxito na nova corporação, o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul.

Publicação de 05 julho
transcrita do Blog

VISITE o
Blog do Bombeiro Bianchini

http://miguelbianchini.blogspot.com.br/

 bombeiro.bianchini@al.rs.gov.br
(51) 32102310