Imortal da Academia Montenegrina de Letras

10678713_1502938556617096_6215060978360944446_n

No último dia 23 de Agosto foram empossados quatros novos membros da Academia Montengrina de Letras. Tomaram posse os escritores: Oscar Bessi Filho, ocupante da Cadeira de Nº 13, que tem como patrono Glauco Flores de Sá Britto; Maria Isabel Petry Kehrwald, ocupante da Cadeira de nº 14, que tem como patrona Élida Druck; Márcia Martiny, ocupante da Cadeira de nº 15, que tem como patrono Othelo Rodrigues Rosa e, Carlos Fernando Leser, ocupante da cadeira de nº 16, que tem como patrono Celso Pedro Luft.
O primerio acadêmico citado, Oscar Bessi Filho é Capitão da Brigada Militar, serve no 5º BPM, em Montenegro, também, filho do Cel da BM, de quem herda o nome. O Cap Bessi é colunista do jornal Ibiá, de Montenegro e do jornal Correio do Povo, de Porto Alegre, além de autor de diversas obras de contos e crônicas. Juntamente, com os Coronéis Joaquim Moncks e Moisés Menezes, são estes três, as atuais expressões das letras brigadianas, de maior repercussão acadêmica ou em mídia de abrangência geral.
Na foto ao lado, Bessi com seu pai, o Cel Bessi, na solenidade (formatura) do recebimento de seu espadim Tiradentes, na Academia de Polícia Militarem Porto Alegre.

[nggallery id=198]