Maranhense

Publicado no jcb 233, Junho de 2015.

El Rey volta a mais uma das suas pescarias no Uruguai. Sempre confiante no fato de ser conhecido no país, uma vez, adentra com seu grupo em outra fazenda. Fazia parte do grupo um Tenente do Exército e mais três oficiais da Brigada Militar.
Era noite alta,o fogo de chão iluminava a mata na beira do rio e parecia, pelo reflexo, estar acesa também dentro d’ água. Ao redor, os pescadores contavam causos enquanto o chimarrão e a “branquinha” passavam de mão em mão, quando um peão da fazenda chegou-se ao grupo.
Prontamente, “El Rey” falou para os amigos:
_ Deixem que eu falo com ele porque eu conheço bem o espanhol.
Após os “buenas” recíprocos, “El Rey”, para ganhar na conversa, mandou o peão apear do cavalo e procedeu a apresentação do grupo:
_ Nosotros somos oficiales de la Brigada Militar.
Este cá es el Teniente Braga, este el Teniente Mario y este es el Teniente Ari de la Brigada Militar; y este – apontando para o Tenente do Exército – es el Teniente Silva. Es maranhense; nasció em Mato Grosso.
Não poderia acontecer outra. O grupo caiu na risada ante o “maranhense do Mato Grosso”. Sem perder a calma, “el Rey” argumentou:
_ Como pode a Academia de Polícia Militar formar oficiais ignorantes? Então vocês não sabem que a geografia do Brasil mudou? Pois o Mato Grosso foi dividido em dois Estados: o Mato Grosso do Sul e o Mato Grosso do Maranhão.

Cel Afonso

 

 

 

 

 

 

 

 

Cel Afonso Landa Camargo

aafonsolc@gmail.com

Outros textos do autor em:
http://www.abcdaseguranca.org.br/?cat=132