POLÍCIA CIVIL na SIPATR da DALAIO


21/08/2017
A Polícia Civil de Vacaria participou nesta segunda-feira, 21/08, na sede da Empresa Dalaio Agropastoril Ltda, da XIII Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho Rural – SIPATR, ministrando a palestra “A Importância da Prevenção às Drogas, as atribuições da Polícia Judiciária e como fazer para DENUNCIAR”.
Segundo o representante da Polícia Civil, comissário João Carlos Pinto de Abreu, o qual foi o palestrante nesse encontro, essas ações são importantes para o atendimento da Filosofia de Polícia Comunitária na Atividade de Polícia Judiciária, visando um Acolhimento mais Profissional e Qualificado à sociedade sendo percebidas como uma maneira eficaz de atingir o objetivo de ações conjuntas de cidadania e segurança, pois indo até o local de trabalho, o trabalhador tem a oportunidade de ouvir sobre prevenção e orientações, que em outros horários, talvez não pudessem participar desses eventos.
Foi enfocada a reflexão do conceito de polícia competente, protetora e amiga que transmite imagem favorável às crianças e assim num futuro próximo aumentará o traço da cultura da comunidade mais próxima das organizações policiais.

“O jogo é reduzir aquilo que é risco e aumentar aquilo que sabemos que protege”

“O jogo é reduzir aquilo que é risco e aumentar aquilo que sabemos que protege”

Na manhã de terça feira, 08/08/17, na sala de Reuniões da Assistência Social, ocorreu à reunião ordinária do Conselho Municipal sobre Drogas, presidida pelo Comissário da Polícia Civil João Carlos Pinto de Abreu.

No encontro foram analisadas algumas formas destinadas à prevenção no âmbito familiar e chegando a conclusão que infelizmente muitos dos pais estão falhando na missão de realizar suas atribuições que condizem com a prevenção primária, que é dentro da própria família.

Fez parte da pauta também a pretensão de aumentar o Comad, pois foram convidados diversos órgãos e entidades de Vacaria para fazerem parte, os quais terão um lugar permanente no Conselho sobre Drogas, com direito a voz e voto.

E foi explanado sobre o projeto “ANJOS DO COMAD” que visa sob o crivo da prevenção às drogas evitar o aliciamento de crianças e adolescentes no tráfico e uso de drogas e em consequência diminuir os atos infracionais e crimes conexos, pois, segundo o presidente do Comad, “O jogo é reduzir aquilo que é risco e aumentar aquilo que sabemos que protege”..

BATMAN , HOMEM ARANHA, SUPER HOMEM OU SUPER PAI?!

BATMAN , HOMEM ARANHA, SUPER HOMEM OU SUPER PAI?!

No mundo fictício de super-heróis, a exemplo de Batman ou Homem Aranha, os quais têm suas identidades secretas e como ‘parceiros’ os policiais, Comissário Gordon, fiel escudeiro no Batman e o Capitão George Stacy, pai da primeira namorada de Peter Parker, no filme Espetacular Homem Aranha, lutando juntos contra o crime.

Na realidade sabemos que a comunidade deve confiar ainda mais nas policias, podendo para tanto utilizar o fone 181, que é o disque denúncia da Secretaria de Segurança Pública, um mecanismo que auxilia no combate a qualquer tipo de crime, durante 24 horas por dia, 07 dias por semana, não sendo preciso se identificar e que também no MUNDO REAL, dentro da ótica de coincidências com as telas de cinema, temos, o que podemos chamar de “liga do bem” na luta contra as drogas, que são as instituições, o poder público, setor privado, forças da segurança pública, judiciário, promotoria, defensoria, conselho tutelar, guarda municipal, conselho municipal sobre drogas, cap’s, amor exigente entre outros e claro a FAMÍLIA, que devem estar cada vez mais coesa, mobilizada no enfrentamento às drogas.

Para isso, são necessários os movimentos preventivos e repressivos às drogas, aí sim, como os super-heróis, deveremos ser incansáveis na jornada de proteger nossas crianças e jovens dos entorpecentes e seus maus. Sempre visando uma grande ação, com várias frentes, ampliando programas de assistência e prevenção, que a cidade já desenvolve com bons resultados.

A “Liga do Bem” deve realizar ações, como as atividades educativas, preventivas e os cuidados aos pacientes dos centros de Assistência Psicossocial (CAPS), com base no que já é feito, trabalhando a partir de três grandes eixos: prevenção, cuidado e repressão. No terceiro eixo, entram as ações de combate às drogas coordenadas pela forças de segurança pública.
Sendo assim não banque um super-herói, sem apoio. Torne-se um “SUPER PAI” praticando a prevenção primária, com a ajuda dos órgãos e instituições de competência e caso descubra que seu filho entrou nessa, procure ajuda especializada: um psicólogo, um grupo de mútua-ajuda, um conselheiro, um médico, um amigo de confiança, se informe, nunca desista de ser o SUPER-HERÓI do SEU FILHO.
Homenagem a todos os verdadeiros heróis no dia a dia que são os PAIS que ensinam aos filhos através de exemplos, com amor e responsabilidade.

Comissário de Polícia JOÃO CARLOS PINTO DE ABREU
Chefe do SERVIÇO DE INTELIGÊNCIA POLICIAL e ANÁLISE CRIMINAL – SIPAC
Delegacia de Polícia Regional – DPR
Membro do Conselho Municipal sobre Drogas – COMAD
Email. comissariiabreu181@gmail.com
telefone/whatsApp: 9842 40 181

DISQUE-DENÚNCIA – Nº 181

COMBATA o CRIME, a OMISSÃO, a IMPUNIDADE e a VIOLÊNCIA.
DENUNCIE. ATENDIMENTO 24 HORAS

Polícia Civil participa de reunião do Comitê Comunitário de Prevenção à Violência Escolar.

Polícia Civil participa de reunião do Comitê Comunitário de Prevenção à Violência Escolar.

Na tarde de 11 de agosto, terça – feira, no salão de reuniões da 23ª Coordenadoria Regional de Educação foi realizada uma reunião para tratar de assuntos relacionados com a Segurança Escolar, quando foi tratado sobre o regimento e o estatuto do COPREVE – Comitê Comunitário de Prevenção à Violência Escolar.

Participaram representantes da 23ª CRE, de escolas estaduais da rede de abrangência, escolas municipais, particulares e de diferentes segmentos da sociedade e da segurança pública.

O objetivo geral do comitê é apresentar à comunidade escolar e local um programa de enfrentamento, mediação e prevenção a violência no ambiente escolar e no seu entorno.

“A questão da violência é bastante complexa e deve ser compreendida considerando diversos fatores sociais inter-relacionados na sua dimensão. O COPREVE significa a criação de um espaço para reflexão acerca dessa temática envolvendo a comunidade escolar e órgãos públicos no protagonismo, planejando e executando ações conjuntas de enfrentamento, controle, mediação e prevenção. Sendo assim o destaque da importância da participação de todos, inclusive colaborando com a Polícia denunciando crimes através do disque denuncia, fone 181”. Disse o comissário João Carlos Pinto de Abreu, representante da Polícia Civil.